Academia Cbn - Mario Sergio Cortella

Academia Cbn - Mario Sergio Cortella

Synopsis

Reflexões e provocações sobre o cotidiano e as relações humanas.

People who listen this also listen:


Episodes

  • O marketing pessoal é bem mais antigo do que se imagina
    O marketing pessoal é bem mais antigo do que se imagina
    Duration: 02min | 27/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala que precisamos divulgar o que sabemos fazer para que as outras pessoas nos convidem para fazer o que sabemos.

  • Preguiça tem seu lado positivo quando nos impede de fazer algo ruim
    Preguiça tem seu lado positivo quando nos impede de fazer algo ruim
    Duration: 02min | 26/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala sobre a saudade doída, quando sentimos falta de algo que não aconteceu. Ele cita frase de Mario Quintana que fala sobre a preguiça que o impediu de cometer más ações.

  • Postura relativa: a ira momentânea
    Postura relativa: a ira momentânea
    Duration: 02min | 25/02/2020

    O álcool manda recado. É durante a ressaca que o mar se mostra mais furioso.

  • Negação recíproca: a alternância conveniente
    Negação recíproca: a alternância conveniente
    Duration: 02min | 24/02/2020

    A capacidade dos nosso ditados e as contradições dos provérbios. Até os nossos ditados populares dependem da situação.

  • É impossível ficar indiferente ao carnaval
    É impossível ficar indiferente ao carnaval
    Duration: 02min | 21/02/2020

    Mario Sergio Cortella destaca que a folia, para alguns, é um momento de soltar amarras e romper com o mundo, mas, para outros, é hora de recolhimento. Segundo ele, o carnaval mexe com a gente de alguma forma, e é possível encontrar o prazer de qualquer jeito.

  • As piadas antigas que hoje são anacrônicas
    As piadas antigas que hoje são anacrônicas
    Duration: 02min | 20/02/2020

    Mario Sergio Cortella comenta sobre piadas e comportamentos que eram marcantes no humor e na sátira, mas que já estão fora do tempo e que precisam ser explicadas.

  • Saber mal é pior que ignorar
    'Saber mal é pior que ignorar'
    Duration: 02min | 19/02/2020

    Mario Sergio Cortella diz que, quando alguém é incompetente, acaba gerando transtornos para outras pessoas envolvidas na ação. Segundo ele, agir sem ter perícia naquilo que precisa fazer expõe fratura na convivência.

  • O que motiva o escritor
    O que motiva o escritor
    Duration: 02min | 18/02/2020

    A fonte amarga é um dos motivos que traz a literatura. O escritor mineiro Lúcio Cardoso escreveu obras baseado na melancolia da vida e na razão entristecida.

  • A importância de prevenir os males a tempo
    A importância de prevenir os males a tempo
    Duration: 02min | 17/02/2020

    O poeta romano Ovídio já havia alertado sobre a necessidade da ação preventiva 'antes que seja tarde'.

  • O poder da arte de retratar a nossa vida
    O poder da arte de retratar a nossa vida
    Duration: 02min | 14/02/2020

    Mario Sergio Cortella comenta sobre a sensação de ler um livro ou ver um vídeo e achar que foi feito baseado na nossa própria vida. É a composição pessoal do autor que chega em outras pessoas.

  • A omissão é uma fuga covarde
    A omissão é uma fuga covarde
    Duration: 02min | 13/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala sobre quem usa a omissão como estratégia e cuida apenas das suas coisas. Mesmo com uma tarefa coletiva, só salva a própria pele ou de quem tem interesse.

  • ‘Sabedoria não entra em alma malvada’
    ‘Sabedoria não entra em alma malvada’
    Duration: 02min | 12/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala que não é qualquer saber e capacidade que tem validade por si mesma. Ele cita um conselho do escritor francês François Rabelais que fala sobre a sabedoria e também que a ciência sem consciência não passa de ruína da alma.

  • A realidade sem disfarce
    A realidade sem disfarce
    Duration: 02min | 11/02/2020

    Em vários momentos da história, pessoas surpreenderam por quererem se mostrar como eram de fato. Uma das histórias mais curiosas sobre o assunto ocorreu com o político britânico Oliver Cromwell. Ao ser retratado por um pintor, ele disse: 'pinta-me como sou. Se omitires as cicatrizes e as rugas, não te pagarei.'

  • A marca da imaturidade é um risco coletivo
    A marca da imaturidade é um risco coletivo
    Duration: 02min | 10/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala sobre pessoas que por qualquer forma de poder ou autoridade, roupas que vestem e bens que possui ficam deslumbradas e se colocam superiores ao que são.

  • O que você faria se fosse alertado sobre o momento da morte?
    O que você faria se fosse alertado sobre o momento da morte?
    Duration: 02min | 07/02/2020

    Mario Sergio Cortella fala sobre a ideia de aproveitar a vida e não desperdiçar a existência. Ele diz que a maioria das pessoas sente o momento para curtir num fim de semana, mas não pensa no tempo terminal.

  • A soberba perigosa: o risco que corremos de uma antropolatria
    A soberba perigosa: o risco que corremos de uma 'antropolatria'
    Duration: 02min | 06/02/2020

    Mário Sergio Cortella alerta para o risco de uma adoração exacerbada pelo próprio ser humano, que se coloca como centro de todas as coisas. O filósofo francês Voltaire, no século XVIII, falou sobre o assunto de maneira irônica, escrevendo um 'sermão proferido diante das pulgas'.

  • A fragilidade nítida
    A fragilidade nítida
    Duration: 02min | 05/02/2020

    Mario Sergio Cortella lembra que há alguns momentos em que as pessoas demonstram fragilidade, inspirando cuidados e atenção. Quem já falava sobre isso era o escritor francês Henry de Montherlant. 'Há dois momentos de sua vida em que todo homem é respeitável: na sua infância e na sua agonia', escreveu ele.

  • Ótica invertida: o foco entortado
    Ótica invertida: o foco entortado
    Duration: 02min | 04/02/2020

    Muitas vezes, criticamos demais o estilo de vida das outras pessoas sem pensarmos no que de fato precisa ser modificado. No século XIX, o escritor norte-americano Mark Twain fez uma brincadeira com a questão. 'Nada precisa tanto de reforma como os hábitos dos outros', escreveu.

  • Expansão inútil: a dívida vazia
    Expansão inútil: a dívida vazia
    Duration: 02min | 03/02/2020

    Quantas vezes prometemos sem a real intenção de cumprir? Para Mario Sergio Cortella, no âmbito da política, a questão se torna ainda mais séria. No século XVIII, o filósofo francês Jean de La Bruyère já analisava a questão.

  • Alívio consciente: a perspectiva precisa
    Alívio consciente: a perspectiva precisa
    Duration: 02min | 31/01/2020

    Mário Sergio Cortella lembra que há a necessidade de trazermos esperança em momentos difíceis. 'A ideia de esperança como um ato de busca daquilo que seja melhor para todos marca a trajetória humana', comenta. Para Cortella, um dos maiores símbolos desse sentimento é uma passagem bíblica, do livro do Gênesis, que relata o fim do dilúvio.

  • Tempo sombrio: a vivência amarga
    Tempo sombrio: a vivência amarga
    Duration: 02min | 30/01/2020

    Mário Sergio Cortella questiona: 'quantas vezes somos vitimados pela percepção de que os horizontes são terríveis?' Sobre essa preocupação, que pode levar à amargura, o poeta português Antero de Quental escreveu: 'assim a vida passa vagarosa: o presente, a aspirar sempre ao futuro; o futuro, uma sombra mentirosa'.

  • Vigília fértil: a redução benéfica do sono
    Vigília fértil: a redução benéfica do sono
    Duration: 02min | 29/01/2020

    Mário Sergio Cortella diz que um melhor controle do tempo de descanso proporciona uma capacidade maior de aproveitarmos o que queremos ou precisamos fazer. Sobre isso, o poeta Thomas Morus já dizia: 'o melhor de todos os meios de prolongar nossos dias é roubar da noite algumas horas'.

  • A importância de irmos além da materialidade
    A importância de irmos além da materialidade
    Duration: 02min | 28/01/2020

    Grilhão rompido, a fonte essencial. Aquilo que a nossa existência nos conecta ao que importa. Isto é: aquilo que impede que sejamos retidos a uma vida de mera materialidade e que não nos permite de sermos capaz de elevar como indivíduos.

  • Cautela ativa: a salvaguarda vital
    Cautela ativa: a salvaguarda vital
    Duration: 02min | 27/01/2020

    Há pessoas nos tempos atuais que têm a intenção de profanar a liberdade e ofender a inteligência, degradando a nossa forma de convivência e as constituições.

  • A noção curiosa do engulho
    A noção curiosa do engulho
    Duration: 02min | 24/01/2020

    Há pessoas que esbanjam condições materiais e que reclamam exatamente por isso. Marquês de Maricá, nascido em 1773, já dizia: 'os pobres se divertem com pouco dinheiro, os ricos se enojam com muita despesa'.

  • A herança do horror no bairro da Liberdade
    A herança do horror no bairro da Liberdade
    Duration: 04min | 23/01/2020

    Professor Mario Sérgio Cortella lembra a história de origem do nome do bairro, que tem um passado triste ligado à escravidão. No local, prisioneiros eram levados à forca.

  • O poder de um verdadeiro poema
    O poder de um verdadeiro poema
    Duration: 02min | 23/01/2020

    Mario Sergio Cortella diz que algumas pessoas são capazes de 'tecer maravilhas' com sua obra, gerando reações que ora causam serenidade, ora provocam turbulências. Segundo ele, são criações que 'mostram não só a nossa mortalidade, mas também dela nos retiram'.

  • A poesia que nos ilumina
    A poesia que nos ilumina
    Duration: 02min | 22/01/2020

    Mario Sergio Cortella cita a poesia de Fernando Mendes Viana para exemplificar a construção do que encanta.

  • Muitas vezes, merecemos levar um tapa moral
    Muitas vezes, merecemos levar um 'tapa moral'
    Duration: 02min | 21/01/2020

    Mario Sergio Cortella fala sobre ações que 'fraturam' a decência e trazem à tona um desejo escondido ou até mais explícito. O comentarista diz que, em alguns casos, é difícil assumir o que pensamos ou queremos, e o 'tapa moral' serve para fazer com a gente tenha consciência de nossas fraquezas.

  • O prazer, muitas vezes, nos visita, mas a mágoa agarra-se cruelmente em nós
    'O prazer, muitas vezes, nos visita, mas a mágoa agarra-se cruelmente em nós'
    Duration: 02min | 20/01/2020

    A frase do poeta inglês John Keats faz referência àquilo que nos atinge e nos perturba e, por isso, carregamos por toda a vida. Segundo Mario Sergio Cortella, é uma 'certeza dolorida' que tudo que causa mágoa permanece ao longo do tempo, porque 'ocupa as nossas entranhas'.

Informações: